Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Viver é um acto de poesia

29.03.24 | cumplicedotempo

dd983800-40f5-0134-17b7-060e3e89e053.jpg

O que é a vida se não um pedaço de folha solta, branca e frágil a espera de ser preenchida e colorida com os mais puros e belos sentimentos e actos de amor.

O que é a vida se não o acordar dos dias que repetidamente servem para nos relembrar o quanto felizes devíamos ser pelo simples facto de só assim ser.

O que é a vida se não um momento de inspiração ávida de ser partilhada para que vida se vive e se dê a viver.

Viver é o acto de poesia onde as expressões se sobressaem as palavras, os suspiros substituem as pontuações, onde sorrisos e abraços repetidos até a exaustão são a melhor forma de rimar com aqueles que amamos de paixão.

Viver é a benesse que a cada um de nós foi dado, para que nela poeta sejamos independentemente da nossa forma de expressar, e assim o seremos sempre, se ao encara la, lhe dermos o melhor de nós mesmos.

Ser poeta da vida é olhar para um céu azul ou cinzento da mesma forma, e saber que existe uma razão para ele assim estar, e nada lhe retira a sua beleza, é aceitar as agruras, as tristezas e os azares, e seguir em frente para que delas poemas se façam, onde neles, talvez nem sejam lembrados, e se o forem, um final feliz por certo lhes serão dados.

Ser se vida e poesia é aceitar o destino e nunca dele em demasia nos desviar, pois ela vida que se irá escrever, da nossa poética forma de estar para com ele irá depender, é o esperar tudo, de algo que nos poderá inspirar sem nunca dele esperar demasiado, e deixar que isso que nos possa desmotivar, é a harmonia nem sempre fácil de encontrar entre a poesia, o destino e a vida, mas se tal o poeta o faz pelo poema, faz sentido o fazermos pela vida.

Viver talvez “até seja um acto de coragem”, mas do que vale ter coragem se a ela vida, poesia não iremos dar

Viver Intensamente Viver Encarecidamente…. Repetidamente ... Viver

"Viver é um acto de poesia"

23 comentários

Comentar post

Pág. 1/2