Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Pai

19.03.23 | cumplicedotempo

fatherandson (1).jpg

 

Se Mãe é o doce embalar de um barco que a bom porto nos leva, Pai é a âncora sempre pronta para se fundear, para que pelas viagens que a vida nos presentear saibamos que há sempre um lugar onde, seguros e protegidos nos iremos sentir, seja ao voltar, seja ao partir.

Pai é o amparo que nos abraça, quando já nada nos pode alentar, é a voz sábia que nos faz acreditar, onde insistimos em duvidar, é o farol que se ilumina por onde iremos caminhar.

Se Mãe é o doce embalar de um anjo que em mulher se tornou para nos criar, Pai é aquele que de suas asas prescindiu para que nós pudéssemos voar, mesmo sabendo que para longe isso nos poderia levar, e mesmo assim, ali, Pai de braços abertos sempre irá ficar, até ao dia em que, quem sabe, possamos voltar.

Pai é onde o amor se esconde nos dias em que tudo parece desmoronar, pois nele o amor encontra o mais robusto dos alicerces, o suporte firme que sempre um sorriso tem para ofertar, mesmo que o mundo mais pareça estar a acabar.

Pai é um pedaço de alma bom, que para sempre na nossa alma irá ficar, porque no coração já há muito ele está e dele nunca o poderemos separar.