Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Lençol de seda

 

 

 

 

Tranquilamente deixo o meu corpo se embrenhar neste fresco lençol que me afaga, imperturbavelmente neste ondular de seda carícia em mim, ele corpo se solta e envolve, cumplicidade e abraço se faz este encontro, guiado pela aprazível reciprocidade de cada movimento que por entre ele desliza, embalo melodioso regido pelo natural suspiro que timidamente se escuta…

Em meus olhos antes rendidos a fadiga, se desvanecem agora seus traços estigmatizados, submissos perante esta acalmia que este momento gentilmente me presenteia nesta rendição de mim mesmo para com ele, os meus braços desfalecem embriagados pela sensibilidade arrepiante desta mortalha que me percorre neste resvalar insaciável, união e simbiose reflectidas deixo me absorver nesta aveludada convivência perante a qual o meu estado físico subtilmente cede tamanha a plenitude da sua sedução.

E é nesta continuada magia envolvente que os meus olhos ternamente se vão fechando para de forma delicada atravessarem a fronteira que os separam dos sonhos e neles o lençol de seda em teu corpo se transformar…

 

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2