Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

folha de papel

 

 

Pintei umas asas numa folha de papel, com um tom azul dei vida a um céu, umas tímidas pinceladas de branco deram lugar a umas nuvens… mil e uma cores descobri nesta minha viagem pela folha de papel, como se já usasse as asas que nesta mistura de linhas idealizei

O céu era agora de um azul profundo, transformando se em mar onde mergulhei, as tímidas pinceladas brancas eram agora uma mistura viva de ondas que neste mar se espalhavam e as mil e uma cores eram toda a vida nele existente, a minha viagem continuava com as mesmas asas, continuava eu a voar por este mar dentro

Mas o mar era agora um porto seguro em terra firme, onde o azul eram as paredes de um abrigo acolhedor, branco eram os lençóis sedosos e aconchegantes deste doce refúgio e as mil e uma cores os rostos das gentes que davam vida a este porto, as minhas asas continuavam intactas…

Eram elas que pintava esta branca folha de papel, com vida própria transformava os meus sonhos em pequenos pedaços de tempo, azul eram as paredes do meu ser, o tímido branco o meu crer, e as mil e uma cores eram os meus mais secretos desejos

Jamais poderia deixar de pintar tal como escrevo, seria como perder as asas que me deixam voar… que me deixam viver…

 

7 comentários

Comentar post