Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Pedaço de céu

 



Se na alma e com alma te pudesse escrever um poema, deixaria somente uma pagina em branco, pequeno pedaço de céu, para que nela pudesse divagar… e assim talvez na transparência de cada palavra, se espelha-se o que mais sentido faria para ti ouvir em cada momento em que o lesses.

Nela pagina em branco pequeno pedaço de céu, ousaria talvez lhe dar cor para que ele não fosse tão somente céu e para que na sua pequenez descrita encontrasses a enormidade do seu, meu “sentido” para ti, azul talvez não fosse, mas que importância poderia isso ter quando a cor era tão só para nos unir e nunca para nos apartar, quem sabe não seria unicamente cor da cumplicidade, e assim se ela cor tingisse o céu em tons de cinzento, ela cumplicidade nos reconfortaria, e a cor que nos seu tom borralhento se ocupara do nosso céu se desvaneceria, tal como toda e qualquer preocupação que nos pudesse naquele momento assolar, cumplicidade que em tons vivos reflectiria a nossa vontade de nesta pagina em branco escrevermos a felicidade que em cada palavra nela descrita ousamos partilhar

Se na alma e com alma te pudesse escrever um poema, ele seria sempre escrito de mim para ti na essência do teu ser para o meu, reflexo de um pequeno céu que todos os dias partilhamos em cada nossa cumplicidade

8 comentários

Comentar post