Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Poesia de um abraço

 

 

 


Na poesia de um abraço dado quis a alma ser prosa, para nas rimas dos nossos gestos ela alma ser narrativa de tão perfeito momento, foi nos versos de tão pura união que ela essência descreveu cada pedaço de tempo, e na rítmica que acompanhava os nossos corpos sedentos um do outro, ela alma perpetuara cada instante para que nas nossas memórias, ele abraço, um dia se pudesse reinventar.

E foi este o poema que relemos até a exaustão no dia em que a saudade narrada no mais intimo dos nossos seres, de nós se apoderou, em que ele abraço se tornará soneto tal a cadencia perfeita dos nossos braços neste acoplar de corpos e sentimentos. Prosa demonstrativa de afectos que nos unem e aos quais a alma jamais se poderia apartar, deixando em cada memoria uma pequena linha em branco, para que cada um de nós assim a pudesse reescrever na ausência de um e de outro…

8 comentários

Comentar post