Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Cumplice Do Tempo

ser cúmplice é ser parte de algo

Guarda-chuva da amizade

 

 

Sempre que abrimos o guarda-chuva da amizade o mundo em nossa volta transforma se, na magia do momento, a lama que em nossa volta teima em nos salpicar o corpo e a alma desfaz-se na pureza da nossa cumplicidade que de igual forma se divide pela nossa dor e alegria sem peso nem medida, sem a forma pretensiosa de dar para receber, mas sim pelo simples facto de que ao darmos o retorno se reflecte sempre no gáudio perante a magoa e nunca ao contrario, e ficamos aqui sorrindo para este charco de lágrimas soltas que se vão despejando pelos nossos desabafos horas a fio, sempre de forma convicta e sincera nesta maneira tão harmoniosa de encontrarmos o nosso equilíbrio que inocentemente vamos perdendo pelo passar dos dias que correm desenfreados sem darmos por isso, porque afinal aqui e agora, o tempo em nossa volta pára e este é o momento da nossa amizade, o qual sabemos valorizar e continuadamente cuidar e alimentar.

As Intempéries que persistem em nos fustigar, sinais do tempo e dos ventos que nem sempre acompanham nossas decisões e vontades, por mais fortes ou violentas aqui se apaziguam neste amparo de afecção que soubemos criar baseado nas raízes sinceras desta nossa relação, hoje tornaram-se inquebráveis e inultrapassáveis e perante isso as tempestades de mal querer e as chuvas de incompreensão envergonham-se e desvanecem-se diante de tamanha imposição natural desta nossa dedicação que se lhes deparam, dando lugar neste encontro de sintonias a um céu limpo e reconfortante onde as únicas nuvens que o possam cobrir são tão-somente as nuvens da esperança e dos sonhos partilhados que se pintam de um branco puro, nitidez e transparência dos nossos desejos sinceros uma para com o outro

 

Perguntaste-me então “como iremos fazer se fecharmos o guarda-chuva da amizade, o tempo voltara a correr e ela ira se ira fechar com ele?” abracei-te e respondi “sente a envolvência deste abraço, ele é tal o guarda-chuva ao fechar-se, mas a magia deste momento fará com que dentro de nos ele se reabra e assim possa selar esta nossa amizade para sempre, mantendo-a intacta e protegido para jamais”assim fizemos e ele guarda-chuva da amizade continua bem aberto em cada um de nos

 

"a minha cumplicidade para com a fabrica de historias"

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/2