Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Imploro

por cumplicedotempo, em 19.06.09

 

 

 

Imploro a estas letras que aqui transcrevo 

Que se tornem imagens, clichés, que se tornem vida para além da simplicidade da sua estética gramatical

Imploro aos olhos que as lerem

Que se tornem veiculo, transporte, que sejam as asas para além da simples forma de ver

Imploro ao coração que as sentir ao lê-las

Que se torne baú, caixa de Pandora, que seja o aconchego de cada letra, para que cada frase não se sinta desamparada

Imploro a mim mesmo ao reler

Que amanhã possa voltar a escrever com a mesma vontade …

que eu próprio seja o sentimento, e que nos meus olhos transpareça o coração, só assim não me sentirei desamparado 

              

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Mónica a 19.06.2009 às 22:23

Que amanhã possas voltar a escrever com a mesma vontade

Que assim seja!
Beijinho

Comentar post