Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tão-somente um beijo

por cumplicedotempo, em 30.06.11

 

Foi no aveludar dos teus labios que a ansia de te beijar se transformou em sossego, foi neste deslizar suave, simbiose desta vontade que a minha alma, por uma vez ousou alcançar e desfrutar o tão sensitivo sentido do toque, arrepiar repleto de sensibilidades que nas formas dos teus labios se fez carrosel de emoções sentidas, química de um beijo tão-somente vontade.

Foi na ânsia deste querer que ele, desejo, se renovou, numa suave rendição em forma de beijo que se fez ousadia nos contornos do teus lábios, tornando-se guia e mentor das sensações mais indiscritíveis e inimagináveis que este encontro dos meus lábios com os teus me poderia ofertar.

Foi neste aveludar ansiado que ela, sensibilidade, despertou um outrora desejo, emoções cativas que na minha alma somente faziam sentido no imaginário, e que nos sentidos seriam não mais que o deslindar de um sonho em que os contornos de eles, teus lábios, se desfaziam na roda de um carrossel que nunca parava, e nas voltas que nele a minha alma dava, o sossego em os alcançar jamais ousou ser vontade.

É na ânsia deste beijo dado, que ela agora, vontade, se vai apaziguar, num aveludar terno e sentido, em que os teus lábios inspirarão a melodia na cadência dos meus, num deslizar eterno química de um beijo tão-somente desejo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16


6 comentários

Imagem de perfil

De MIGUXA a 04.07.2011 às 19:15

Cúmplice amigo,

É tão bom voltar a ler-te e na cumplicidade das palavras poder sonhar um pouco os teus sonhos...

Continuas o amigo doce que encanta quem te lê...o prosador cativante que sabe como embalar os corações...

Parabéns e volta breve

tua amiga que te admira e estima muito
Margarida
Imagem de perfil

De cumplicedotempo a 04.07.2011 às 20:23

E a tua cumplicidade para com as minhas palavras continua enorme minha amiga, bem haja para ti e para esta nossa amizade que desde sempre me encanta.
Prometo que as prosas não se farão tão raras nos próximos tempos.

A admiração e estima é reciproca doce Margarida

Beijo Cúmplice
Imagem de perfil

De sentaqui a 07.07.2011 às 08:51

Uma ausência que se fez sentir, palavras que se saboreiam com o encanto de sempre.
Com o prazer de uma cumplicidade de palavras sentidas e emoções que desabrocham, foi com prazer que voltei a ler-te.

Beijo cúmplice
Imagem de perfil

De cumplicedotempo a 07.07.2011 às 17:17

um falta enorme de cumplicidade com o tempo tornou esta ausência demasiada longa sem duvida, o encanto esse, é de quem assim elogia as palavras tal como o fizeste
o prazer de escrever fará com que este encontro de emoções e sentimentos se voltem a repetir, disso não duvido minimamente.

beijo cheio de cumplicidade
Imagem de perfil

De Ametista a 21.07.2011 às 23:55

Olá, Cúmplice
Tinha saudades de ler-te.. os teus textos são envolventes e doces.. há ternura nas tuas palavras e isso é maravilhoso..
Entrar aqui apazigua a alma..
Obrigada por teres voltado..

Um grande beijinho :)
Imagem de perfil

De cumplicedotempo a 22.07.2011 às 14:39

Ametista, a doçura e ternura esta nas palavras para quem as escreve tal como esta para quem as lê, não seriam elas cumplicidades se assim não o fosse, obrigado minha amiga por tamanhos elogios
por cá estaremos para nos nossos cantinhos cumplicidades partilhar

beijo enorme de cumplicidade

Comentar post